Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

H URB Imobiliária - Blogue

Todas as informações sobre o mercado imobiliário e sobre a H URB num só local.

Sex | 21.08.20

TAN, TAEG... um pequeno glossário

man-and-woman-worried-for-taxes-and-family-budget-DB5X3LE.jpg

Quando está a selecionar o crédito para comprar a sua casa, há várias siglas que costumam repetidamente aparecer neste processo.

Além das montanhas de papel, das burocracias e de todo um ritual de pedir simulações a várias instituições, TAN, TAEG ou spread são algumas palavras que fazem parte de um vocabulário extenso, complicado e técnico: a dado momento, tudo nos parece igual e a comparação da oferta dos vários bancos torna-se uma dor de cabeça. 

Pedimos ajuda aos nossos parceiros do Idealista para nos darem uma pequena ajuda neste tema. 

Um pequeno aviso...

Um crédito à habitação é algo que merece reflexão e ponderação: estamos a falar de um acordo de pagamento com diversas nuances e com um prazo bastante alargado no tempo e que devem ser analisadas pelo cliente. Não ceda a pressões: procure todos os esclarecimentos necessários junto das várias entidades financeiras ou, de preferência, de um intermediário de crédito de confiança. 

  • CPCV
    É o "Contrato Promessa Compra e Venda". É o documento que lhe garante uma futura compra e venda de uma propriedade, estabelecendo os direitos e deveres dos intervenientes. 
  • Euribor
    Ou "Euro Interbank Offered Rate", "Taxa de Oferta Interbancária em Euro" em português. Criada em 1999, ao todo, existem cinco taxas Euribor (uma semana, um mês, três meses, seis meses e doze meses. Há ainda uma taxa ao dia designada de "Eonia"), sendo estas taxas calculadas todos os dias!
    A Euribor é definida mediante as taxas de juro comunicadas por um painel de dezoito bancos europeus e não europeus com boa liquidez (a Caixa Geral de Depósitos é o único banco português a pertencer a este painel!). A taxa é depois calculada mediante um processo algo complexo, retornando numa taxa que é comunicada publicamente às 10h. 
    Além de ser uma taxa que funciona mediante a "lei da oferta e da procura, os valores são influenciados por outros fatores como o crescimento económico ou o nível da inflação.
    A Euribor a seis meses é a principal taxa indexada usada em créditos Habitação em Portugal. As variações da Euribor afetam diretamente o valor do empréstimo: se a taxa sobe ou desce, a prestação mensal do crédito reflete essa subida ou descida.
  • FINE 
    É a Ficha de Informação Normalizada Europeia, um documento précontratual onde estão indicadas todas as condições e despesas que lhe são imputadas nos produtos bancários e financeiros. A FINE apresenta, num modelo organizado de forma similar em todas as intituições financeiras, as características do crédito solicitado, as comissões aplicadas e, a existir, as condições de bonificação. Além disso, esta ficha apresenta o plano financeiro do crédito com a sua evolução ao longo do prazo de financiamento, capital e juros de cada prestação, seguros comissões e outros custos. É a FINE que lhe permitirá comparar as ofertas de cada entidade financeira e tomar a melhor decisão. 
  • IAD
    É uma sigla ligada aos seguros de vida e significa "Invalidez Absoluta e Definitiva". Um cliente pode acionar a cobertura de IAD se ficar incapacitado de exercer uma profissão remunerada, necessitando de outrém para responder às necessidades básicas. Terá um grau de incapacidade superior a 80%. 

financial-advisor-with-clients-PQ22HHZ.jpg

  • ITP
    Outra sigla ligada aos seguros de vida e que significa "Invalidadez Total e Permanente". m cliente pode acionar a cobertura da ITP caso o grau de invalidez seja superior a 66%, impedindo-o de exercer uma profissão mas não necessidade de outrém para responder às necessidades básicas. 
  • LTV
    Sigla para a expressão "Loan-To-Value". Primeiramente, saiba que nenhuma instituição lhe vai emprestar a totalidade do valor: no máximo, podem-lhe emprestar entre 80% (o mais comum) a 90% (o máximo recomendado pelo Banco de Portugal) do valor do imóvel. Este valor, por seu turno, é calculado mediante uma avaliação feita pela instituição bancária ao imóvel.
    Desta forma, o LTVserá o valor que será efetivamente emprestado pelo banco, ou seja, os 80% a 90% da avaliação bancária. 
  • MTIC
    Representa o "Montante Total Imputado ao Consumidor", isto é, o montante total que vai pagar ao longo de todo o período do empréstimo (juros, comissões, impostos e outros encargos). Nas FINE, o valor do MTIC é reforçado com a apresentaçã do valor a pagar por cada euro que pediu emprestado.
  • Spread
    Neste contexto, o termo em inglês "spread" não tem uma tradução específica. No entanto, nos créditos Habitação, o spread tem uma função bem definida: é a margem definida pelo banco para um determinado empréstimo, podendo mesmo ser ententido como o lucro do banco com aquele crédito. O spread vai variando tendo em conta fatores como o perfil do cliente ou as garantias prestadas.
  • TAEG
    Ou melhor "Taxa Anual de Encargos Efetiva Global". Podemos dizer que é uma conta de somar: face ao montante que será emprestado pela entidade bancária, esta taxa mede o custo do empréstimo, aglomerando despesas, comissões ou seguros, entre outros valores. É esta taxa que lhe permite comparar as diferentes ofertas de crédito, desde que as características (prazo, montante a emprestar e modalidade de reembolso) sejam as mesmas. 
  • TAN
    Ou "Taxa Anual Nominal". É outra conta de somar! A TAN corresponde à taxa de juro do empréstimo, isto é, soma o spread com a taxa indexante (normalmente, uma das taxas Euribor). Se optar por um crédito com taxa de juro fixa, a TAN corresponderá à taxa fixa mais o spread. A TAN é também uma das variáveis da TAEG, não representando, por si só, o custo total do crédito.